Festivais Internacionais de Artes revitalizam Cambuquira

Viralize esta boa notícia!

Os Festivais Internacionais de Artes de Cambuquira são organizados pela Associação Keppe & Pacheco, dentro do seu projeto STOP a Destruição do Mundo, desde 2004.

Com a finalidade de estimular o renascimento da cidade através das artes, promovem artistas regionais, nacionais e internacionais, com programações repletas de música popular e erudita, pinturas, desenhos, esculturas, artesanato, poesia e dança, além de palestras para a conscientização do papel essencial das artes na saúde psicossocial.

Em sua primeira edição, o Festival contou com a participação de quase 150 artistas, incluindo pessoas de vários países, como Itália, Estados Unidos, Canadá, Suécia, Finlândia e Portugal. Movimentou todos os hotéis da cidade, ocupando também o Anfiteatro Georgina Bacha e a Prefeitura Municipal.

Em 2022, aconteceu sua 10ª edição, com a novidade da participação dos alunos da iniciativa de Graduações gratuitas da FATRI, que trabalharam na produção e divulgação do festival.

O evento mobilizou grandes nomes das artes, artistas sul-mineiros e estudantes, em um encontro multicultural para parar a destruição do planeta.

Com um programa eclético, o evento apresentou, ao longo de seis horas, 21 atrações, que envolveram 63 artistas, oriundos de Argentina, Estados Unidos, Finlândia, Suécia e Itália, e de quatro estados brasileiros.

O público do festival foi estimado pela organização em 350 pessoas.

7 razões para você ligar seu ventilador Keppe motor no inverno – Jornal Tribuna 22/07/2022

Viralize esta boa notícia!

Os ventiladores Keppe Motor têm características únicas, premiadas internacionalmente pela sua inovação tecnológica e benefícios ao planeta. Os ímãs girantes dos motores Keppe captam e transmitem o magnetismo para o ambiente, uma energia natural, que está de acordo com a natureza.

Confira os benefícios que esta inovação pode trazer para você e sua família, mesmo no inverno:

Promove bem-estar aos seres humanos. A simples exposição do organismo a este campo magnético é capaz de relaxar magneticamente os vasos sanguíneos, aliviando-os de tensões diversas causadas pelo estresse do dia a dia, restaurando o equilíbrio energético do corpo através do princípio da ressonância.

As ondas magnéticas, por serem naturais, estão de acordo com a estrutura do corpo humano e contribuem para que ele se reequilibre das ondas eletromagnéticas provenientes dos celulares, laptops, torres de transmissão de wi-fi, que prejudicam o funcionamento do organismo. O magnetismo harmoniza o ambiente.Promove uma melhor respiração, pois o campo magnético atrai o oxigênio, fato observado por cientistas japoneses.
De acordo com o CDC dos Estados Unidos, manter o ambiente ventilado ajuda na prevenção e redução da disseminação da COVID-19 e demais vírus. O ventilador deve ser colocado perto de uma janela ou de uma porta aberta, de forma que sopre para fora. Mesmo com as janelas fechadas, o ventilador ajuda na circulação do ar, reduzindo a concentração de ar contaminado.
Os animais também são beneficiados pelo magnetismo transmitido pelos ventiladores Keppe Motor, que melhoram sua respiração e promovem bem-estar.
O magnetismo contribui para o crescimento e o fortalecimento das plantas.
Os ventiladores Keppe Motor podem ficar ligados o dia todo, pois são muito eficientes e consomem pouca energia (economizam até 80% de eletricidade). Além disso, são equipados com um controlador de velocidade, para você ter a intensidade de brisa que deseja.

Aproveite seu inverno com bem-estar e a tecnologia Keppe Motor.

Conheça mais sobre a tecnologia dos ventiladores Keppe Motor. Acesse nosso site: www.keppemotor.com e visite nossa loja virtual www.keppemotorshop.com.

Bibliografía

KEPPE, Norberto da Rocha. A Nova Física da Metafísica Desinvertida. São Paulo. Proton Editora. 1996. KEPPE, Norberto da Rocha. Magnetônica. São Paulo. Proton Editora. 2013.

BECKER, R. O. Eletromagnetism and life. Cassandra Publishing. Belcher, LA. 2010.

GUILLOT, J. D. Z. La magnetoterapia y su aplicación en la medicina. Rev Cubana Med Gen Integr 2002;18(1):60-72

MEYER, P.F et al. Magnetoterapia: é possível este recurso fazer parte da rotina do fisioterapeuta brasileiro? Arquivos brasileiros de ciências da saúde. V.36, n.1, p.35-39, jan-abr. 2011.

RADHAKRISHNAN R. Magnetic field regulates plant functions, growth and enhances tolerance against environmental stresses. Physiol Mol Biol Plants. 2019.

Centers for Disease Control and Prevention – https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prevent-getting-sick/Improving-Ventilation-Home.html

LEWICKA M, HENRYKOWSKA GA, PACHOLSKI K, et al. The effect of electromagnetic radiation emitted by display screens on cell oxygen metabolism – in vitro studies. Arch Med Sci. 2015;11(6):1330-1339. doi:10.5114/aoms.2015.56362

MOUSAVY, Seyed Jafar, RIAZI, Gholam, KAMAREI, Mahmoud, et al. (2009). Effects of mobile phone radiofrequency on the structure and function of the normal human hemoglobin. International journal of biological macromolecules. 44. 278-85. 10.1016/j.ijbiomac.2009.01.001.

WAKAYAMA N. I., WAKAYAMA M. e NISHIYASU T., Effects of magnetic fields on breathing. In: IEEE Transactions on Applied Superconductivity, vol. 14, no. 2, pp. 1628-1631, Junho 2004, doi: 10.1109/TASC.2004.831020.

O Incrível Ventilador De Madeira De 13,5w, Que É Uma Iniciativa De Cientistas Brasileiros Da Keppe, Canal da Eletricidade. https://www.youtube.com/watch?v=EBvgB_OLP94&t=121s

TAO, R, e HUANG K., Reducing blood viscosity with magnetic fields, Physical Review E · July 2011. https://www.researchgate.net/publication/51595454_Reducing_blood_viscosity_with_magnetic_fields.

Publicado em Jornal Tribuna em 22/07/2022  https://jornaltribuna.com.br/2022/07/7-razoes-para-voce-ligar-seu-ventilador-keppe-motor-no-inverno/

Inauguração da 1ª Loja Física do Keppe Motor em 30.07.2022

Viralize esta boa notícia!

A Keppe Motor inaugura sua primeira Loja física na cidade de Cambuquira – MG, dentro do Centro Empresarial Aldeia do Divino (CEAD). Na Loja, que inclui uma livraria, os visitantes poderão adquirir a alta tecnologia de ventiladores Keppe Motor e de motores ressonantes, bem como os livros da Nova Física de Keppe.

O CEAD também conta com um espaço planejado para a realização de reuniões e palestras, a fim de receber convidados, clientes e os alunos das Faculdades Trilógicas.

Quando vier a Cambuquira, visite a Loja do Keppe Motor, no CEAD, à Av. João de Brito Pimenta, 86 – Centro.

Jornal STOP Lança sua 2ª edição em Sueco

Viralize esta boa notícia!
A segunda edição do jornal STOP, inteiramente no idioma sueco, acaba de ser lançada em julho de 2022.
O jornal traz artigos do dr. Norberto Keppe, de sua obra A Origem das Enfermidades, e da dr. Cláudia B. S. Pacheco, dos livros A Cura pela Consciência e De Olho na Saúde.
Trata-se de um excelente veículo para divulgação da ciência da Trilogia Analítica, por meio de sua distribuição nas ruas da bela cidade de Estocolmo, capital da Suécia.

Clique aqui para ler

Em Cambuquira-MG, a utopia de uma civilização

Viralize esta boa notícia!
No sábado (18/7), um festival internacional mobilizou grandes nomes das artes, artistas sul mineiros e estudantes de artes em um encontro multicultural contra a destruição do planeta.

Fotografia: Gisele Messias/FATRI
No final da tarde de um sábado frio de junho, todos os 70 assentos do Teatro Thalia estavam calorosamente ocupados quando o pianista Gilbert Gambucci se levantou para anunciar a abertura do 10º Festival Internacional de Artes de Cambuquira (MG). Com gestos comedidos e forte sotaque norte-americano, vestindo um paletó preto bem cortado, camisa azul e gravata borboleta branca, o musicista e organizador do evento explicou que o tema deste ano, “Queremos Nosso Paraíso de Volta!”, discute o papel decisivo da sensibilidade em uma sociedade adoecida. “As artes e a beleza são fundamentais para salvar a humanidade e o planeta”, disse Gambucci, a respeito dos princípios que regem o festival.

Com um programa eclético, o evento apresentou, ao longo de seis horas, 21 atrações, que mobilizaram 63 artistas, oriundos de Argentina, Estados Unidos, Finlândia, Suécia e Itália e de quatro estados brasileiros. No teatro e em uma sala paralela ampla, ambas em estilo Art Déco, o público teve acesso gratuito a exposições de artes visuais, a apresentações de balé, de dança contemporânea e do ventre, poesia, canções latinas, estadunidenses e europeias e músicas clássicas e populares tocadas ao violão e ao piano. No último bloco de atrações da noite, uma aparição diáfana pôs a plateia em suspenso. A musicista Geusilene Débora Nunes, de Lambari-MG, solou três canções à harpa paraguaia. “A ausência de beleza, da harmonia, traz desconforto e mal-estar, afasta o ser humano de sua essência”, ponderou a pintora e organizadora do festival Renata Macedo.

Fotografia: Gisele Messias/FATRI
O festival de artes é realizado em Cambuquira desde 2004 e integra o projeto “Stop a Destruição do Mundo”, criado em Paris, há 30 anos, para discutir alternativas artísticas e filosóficas à degradação do planeta. “É no plano das artes que todas as culturas convergem, as artes são uma necessidade vital do ser humano”, avaliou Gambucci.

O fórum e o festival de artes sul mineiro são realizações do Instituto de Ciência e Tecnologia Keppe e Pacheco, mantenedor das Faculdades Trilógicas (FATRI), “as únicas que unificam Ciência, Filosofia e Teologia”, de acordo com o site da entidade. As FATRI têm presença no Brasil em Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Paraíba e Rio Grande do Sul, e no exterior em Alemanha, Colômbia, Estados Unidos, Suécia e Portugal. Em Cambuquira, no Grande Hotel Trilogia, onde aconteceu o festival, são oferecidos gratuitamente cursos de graduação presenciais em Artes Visuais e Gestão Ambiental, a distância em Teologia Terapêutica e Pedagogia Trilógica, além de cursos pagos de graduação, pós-graduação, idiomas e cursos livres.

As formações acadêmicas e livres oferecidas pelas FATRI se orientam pelo Método Trilógico. Criado nos anos de 1970 pelos psicanalistas brasileiros Norberto Keppe e Dra. Cláudia B. S. Pacheco, a trilogia analítica é desenvolvida em diversas partes do mundo, em cidades como Nova York, Lisboa, Londres, Estocolmo, Helsinki, Moscou, Paris, Lucca e Bogotá. O Método Trilógico, a partir de uma interpretação própria da psicanálise freudiana, da física, da filosofia e da teologia, propõe uma clínica analítica sistêmica, ancorada na sensibilidade e na fruição estética. “As artes e a beleza são a essência da civilização”, resumiu Gambucci.

Fotografia: Gisele Messias/FATRI
O público do festival, estimado pela organização em 350 pessoas, teve acesso a obras de grandes nomes das artes, a alguns dos principais artistas em atividade no Sul de Minas, além de números dos professores de artes das FATRI e de seus alunos em Cambuquira. “A edição deste ano do festival foi organizada pela primeira vez pelos nossos alunos de Artes Visuais, eles buscaram as atrações da região, divulgaram o evento, se apresentaram, foram os grandes realizadores”, elogiou Macedo, que é professora de artes nas FATRI, assim como Gambucci.

As performances da noite foram divididas em três blocos. Nos intervalos, a plateia era estimulada a circular entre as exposições de artes visuais. No teatro, a superlotação fez com que o público excedente se distribuísse entre as obras em exposição nas laterais da sala. Quando os intervalos eram anunciados, acontecia um curioso balé. As pessoas, girando sobre os calcanhares, davam as costas para o palco e passavam a conversar a respeito das pinturas e ilustrações. “Olhem os quadros com calma, pensem no quê o artista quis dizer a vocês com a obra”, sugeriu Gambucci ao microfone, com discreta alegria. Talvez a alegria de saber que parte do público tinha acesso a exposições de artes visuais pela primeira vez. Na sala contígua ao teatro, onde foi concentrada a maior parte das pinturas e desenhos, se podia ver, entre outros achados, três telas do consagrado pintor argentino Eduardo Catinari, autor de estilo instigante, que assina a capa do filme “Di-Glauber” (1977), cultuado documentário de Glauber Rocha sobre o pintor modernista Di Cavalcanti.

“Análise Keppeana”, por Catinari Fotografia: Acervo pessoal de Renata Macedo
  Por volta de 21h30, a atmosfera no Teatro Thalia era de absoluta comunhão. A sucessão de momentos líricos e catárticos ao longo da noite, em vez de resultar em cansaço, levou público, técnicos e artistas a se integrarem em um só corpo, harmônico. Foi neste clima que Gambucci se dirigiu ao piano e apresentou Marisa Gurgel, com quem faz o “Duo Norte-Sul”, cujo nome comemora a mescla das culturas e raças americanas. Entrosados, mulher negra latina e homem branco estadunidense executaram ao piano, a quatro mãos, três peças clássicas. Na mesma clave, a última atração da noite também comemorou a diversidade. Júlio César Enézio e sua parceira, a Sra. Vera Lúcia Carneiro Junqueira, ele jovem, negro e professor de dança, ela idosa, branca e aluna dele, bailaram um envolvente tango argentino. Os sestros e meneios ágeis de Junqueira a dançar, improváveis para alguém tão entrado em décadas, foram uma manifestação concreta e malemolente da força vital das artes.

No último ato da noite, Gambucci convidou Enézio a conduzir o público em uma grande aula de dança. Como se não fosse um improviso, os organizadores do festival, os artistas e a plateia recolheram depressa as cadeiras do teatro, abrindo uma pequena pista de dança em frente ao palco. Ali, quase todos dançaram forró e coreografias pop dos bailes dos anos 80, sob a batuta do mestre-bailarino. A exceção foi o estudante de Direito Luiz Augusto de Oliveira, que cruzava o salão aos rodopios, com os braços erguidos. “Eu prefiro as danças aleatórias”, justificou-se. Nem precisava.

O 10º Festival Internacional de Artes de Cambuquira foi a afirmação de uma filosofia de vida que tem as artes e a sensibilidade como fundamento e utopia: o fundamento de uma cultura superior em humanidade e tolerância, que dê azo à utopia de uma civilização.

Por Lelo de Brito

Publicado em Fundação Cultural Vagão 98 em 01/07/2022 em https://www.vagao98.org/post/em-cambuquira-mg-a-utopia-de-uma-civilização

e em Mariposas Espaciais – Jornalismo, Arte e Cultura em https://mariposasespaciais.com.br/2022/07/01/em-cambuquira-mg-a-utopia-de-uma-civilizacao/

Em Blog O Corvo-Veloz https://www.ocorvoveloz.com.br/2022/07/em-cambuquira-utopia-de-uma-civilizacao.html

Keppe Motor participa do Fórum “Queremos Nosso Paraíso de Volta” com o tema da energia

Viralize esta boa notícia!

Em comemoração do 30º aniversário da fundação, em Paris, do projeto de conscientização STOP a Destruição do Mundo, as Faculdades Trilógicas Keppe & Pacheco (FATRI Presencial) e Nossa Senhora de Todos os Povos (FATRI-EAD) realizarão nos dias de 24 a 28 de junho de 2022, o Fórum STOP “Queremos Nosso Paraíso de Volta!”.

Se, em 1992, havia urgência em abordarmos de frente a grave situação que o planeta e a humanidade se encontravam, agora, 30 anos depois, a situação está muito pior, com fome, epidemias, migrações descontroladas de povos desalojados de seus países, guerras e ameaças de guerra mundial atômica.

Fala-se em RESET, mas o que nos é proposto como alternativa? Pelas descobertas da ciência trilógica, acreditamos que a questão será voltarmos para o caminho certo, abandonado há muito, já que a humanidade enveredou pela INVERSÃO total de valores, conhecimentos e conduta.

As Faculdades Trilógicas, com seu projeto STOP a Destruição do Mundo, organizaram este evento com a participação de representantes, profissionais e estudiosos dos diversos setores da sociedade. O objetivo é chegarmos à compreensão das causas psicossociais profundas dos males que assolam a humanidade, para brecar a destruição do planeta e restaurar a qualidade de vida dos seres humanos e da sociedade como um todo.

A equipe de engenheiros da Keppe Motor participará com a pauta da questão energética e as soluções que as descobertas da Nova Física e a Tecnologia Keppe Motor oferecem à humanidade. Vale relembrar que a internacionalmente premiada tecnologia de motores ressonantes Keppe Motor recebeu diversos reconhecimentos, entre eles: a Revista Época, durante a RIO + 20 publicou um artigo mencionando a tecnologia como uma ideia que “pode salvar o planeta”; a Singularity University elegeu a tecnologia Keppe Motor, como uma das “4 soluções exponenciais que estão liderando a revolução da energia renovável no planeta.” Além disso, as descobertas da Nova Física e a tecnologia atendem a 6 dos 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU.

O evento acontecerá com transmissão online gratuita, e as inscrições podem ser feitas pelo site: forum.stop.org.br.

Jornal Tribuna 19/05/2022: Aprenda Línguas Fazendo Terapia Aulas Online Ao Vivo e Presenciais

Viralize esta boa notícia!
A Millennium, Centro de Línguas das Faculdades Trilógicas, é a única instituição de ensino do mundo que utiliza o Método Psicolinguístico Terapêutico de Norberto Keppe – em que o aluno não só aprende uma nova língua, mas também melhora os relacionamentos, a saúde, o bem-estar, e se desenvolve pessoal e profissionalmente.

Os professores – europeus, norte-americanos e brasileiros com larga vivência no exterior – são todos pós-graduados na ciência da Psico-Sócio-Terapia Keppeana, o que os habilita a lidar com os bloqueios emocionais que obstruem a aprendizagem. Isso faz do ensino de línguas um processo dinâmico, agradável, terapêutico e integrado.

8 Idiomas

A Millennium oferece há 25 anos seus tradicionais, conhecidos e procurados cursos regulares de línguas, em 8 idiomas: inglês, espanhol, francês, italiano, alemão, sueco, finlandês e português (redação e português para estrangeiros).

“Aqui a gente aprende o idioma da vida!”
(P.S., aluno)

“O que gostei é que o Método une tudo: filosofia, espiritualidade, artes e ciência, até a Nova Física e Keppe Motor, explicando como captamos ou recusamos a energia escalar, essencial para nossa vida.”
(J.N., aluno)

“Esta escola é o único lugar que me acalma durante a semana.”
(G.R., aluno)

Pós-Graduações em Inglês*
Conflict Management (Gestão de Conflitos)
English Communication Management (Gestão de Comunicação em Inglês)
Estes são dois cursos de pós-graduação na língua inglesa oferecidos pelo Centro de Línguas da FATRI.

Benefícios Obtidos pelos Alunos que experimentaram o Método Terapêutico de Norberto Keppe:
86% Melhoraram na Saúde
82% Melhoraram na Fluência
78% Melhoraram na confiança ao falar
71% Melhoraram Profissionalmente

Publicado em Jornal Tribuna em 19/05/2022
Aprenda Línguas Fazendo TerapiaAulas Online Ao Vivo e Presenciais

Ainda, Habitamos o Paraíso Terrestre

Viralize esta boa notícia!

Norberto Keppe*
Texto do livro Parusia – Restauração do Paraíso

Como o mal é a privação que fazemos ao bem, não é difícil reconhecer que continuamos habitando o Paraíso Terrestre, ignorando-o por soberba e inveja do Criador.

Assim sendo, podemos dizer que tudo o que existe no Planeta é bom, enquanto não o atacamos e destruímos, o que mostra a existência do mal vindo da vontade invertida do ser humano e seus demônios.

Temos de considerar que as guerras e conflitos armados entre os povos têm causado transtornos, até mesmo na estrutura geológica, com vulcões sendo ativados, tremores de terra, secas ou chuvas torrenciais.

Quando se fala de Retorno ao Paraíso no qual vivíamos, não é correto, porque ainda estamos nele, sem aceitá-lo devidamente por motivo da atitude invertida, provando que fomos nós que o rejeitamos, como continuamos a fazê-lo até agora – de maneira que o Paraíso, no seu sentido ambiental, natural, continua existindo, e nós, por causa dos vícios, continuamos recusando-o.

Portanto, posso afirmar que os desastres se tratam da manifestação de sentimentos negativos, patológicos, de negação ao bem.

Se estamos dentro do Paraíso Divino (Éden), por que não o vivemos? Somente por um motivo: porque o substituímos por vícios, que o contrariam – posso dizer que somos nós que nos afastamos dele, e não porque fomos expulsos.

O Gênesis, na Bíblia, fala claramente que Deus avisou que não deveríamos nos opor ao Bem e à Felicidade, em que fomos agraciados por Ele, e é exatamente, o que sempre estamos fazendo.

Não podemos nos esquecer que fomos criados para viver eternamente, e pela maneira que escolhemos o que parece mais evidente, é o fato de estar continuando na mesma atitude de Adão e Eva, misturando o Bem com o Mal, o Certo com o Errado, como se fosse o Ideal – essa atitude se tornou a mãe de todos os males subsequentes, denominados de pecados, baseados no que existe, e em sua privação.

Logo de início, essa atitude ocasionou um forte rebaixamento mental, tirando o ser humano do verdadeiro conhecimento. Por esse motivo, quem está mais do lado do Ser Divino, abomina a interferência dos seres malignos rebaixados, mas os que estão com estes últimos, nem têm mais capacidade de reconhecer o mal que sofremos por eles.

90% de todo o trabalho que o ser humano faz é para consertar os estragos que os espíritos malignos praticaram – a Medicina foi organizada para tratar das doenças que os diabos nos causaram; o Direito, para endireitar as suas atitudes invertidas; a Física, para poder usar da energia, que os diabos nos subtraíram; a Agricultura, os alimentos que passamos a necessitar, senão morreríamos de fome; a Indústria, para realizar a maior parte de nossas atividades; enfim, temos agora de providenciar o que antes tínhamos em abundância.

Não é possível ao indivíduo que está na patologia perceber o que é sanidade, assim como o cego distinguir objetos, o surdo os sons, qualquer realidade, quem está no delírio – a Humanidade deve conscientizar seu estado doentio, para retornar à sanidade.
Veja o leitor que deixamos o Bem, em que vivíamos perfeitamente, para cair na inversão demoníaca – por esse motivo, é absolutamente necessário perceber esse terrível engano, para reviver o Paraíso em que vivemos aqui e agora.

*Norberto Keppe: Psicanalista, filósofo, cientista social, pedagogo e físico independente, autor de 44 livros, fundador e presidente da SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica, que unificou a ciência à filosofia e teologia

FÓRUM STOP Queremos Nosso Paraíso de Volta!

Viralize esta boa notícia!

Cláudia B. S. Pacheco

Caros leitores:
Estou aqui para convidá-los a participarem do nosso projeto STOP a Destruição do Mundo, que este ano completa 30 anos, e, desde sua fundação por mim em 1992 em Paris, vem realizando fóruns e festivais de conscientização em diversas capitais do mundo.

Este ano, a STOP realizará um fórum internacional com o tema Queremos nosso Paraíso de Volta, com transmissão gratuita online, de 24 a 28 de junho, com muitas entrevistas e vídeos na internet, no nosso canal (forum.stop.org.br). Trata-se de um apelo URGENTE, pois, acompanhando as notícias mais recentes, constatamos que nosso planeta está por um fio.


Este trabalho é direcionado a todos os indivíduos bem-intencionados, éticos e de boa vontade, que se dedicam a promover um mundo melhor, visando à restauração do planeta, com a aplicação das descobertas da Trilogia Analítica, que faz a união da Teologia, Filosofia e Experimentação (Ciência), então é uma ciência trina para quem está disposto a conhecer isso, estudar nossas descobertas, participar das nossas aulas, assistir aos nossos vídeos.


Também em Cambuquira-MG, em nossa Faculdade e no Grande Hotel Trilogia, de 17 a 18 de junho, os alunos vão estar unidos com os professores, seus familiares e amigos, discutindo sobre esse assunto, no 10º Festival Internacional de Artes de Cambuquira, em um ambiente maravilhoso, para quem quiser.


Então, vocês são convidados! É 100% gratuito e esperamos vocês, porque é urgente! Não estamos brincando! Vocês estão acompanhando as notícias. Nós estamos por um fio, mas o Espírito de Deus está conosco e eu tenho fé que alguma coisa vai acontecer, que nós podemos colaborar com o Ser Divino para desinverter o mundo.

Assista à entrevista com a dra. Cláudia Pacheco sobre o Fórum STOP em: forum.stop.org.br

KEPPE MOTOR: Tecnologia Inovadora Beneficia o Ser Humano, o Meio Ambiente e a Sociedade

Viralize esta boa notícia!

Motor magnético ressonante, supereconômico e ecológico, já recebeu 8 prêmios internacionais e patentes em cinco países, exportando alta tecnologia em ventilação, do Brasil para o mundo

Desenvolvidos com base na Nova Física da Metafísica Desinvertida, de Norberto Keppe, são inúmeras as vantagens dos ventiladores Keppe Motor sobre os modelos tradicionais:

1) Consomem até 80% menos energia elétrica do que os produtos convencionais;

2) São saudáveis (muitos estudos científicos demonstram os benefícios da energia magnética para a saúde);

3) Têm um MOTOR FRIO, o que, além de produzir uma brisa muito fresca, dá vida longa ao equipamento;

4) São ecológicos, porque funcionam em harmonia com a natureza, através do magnetismo ressonante;

5) Acalmam pessoas e animais e favorecem o crescimento das plantas, conforme relatos de consumidores do Brasil e do Exterior.

Na sede da Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco (FATRI), em Cambuquira-MG, realizam-se cursos de graduação e pós-graduação sobre as aplicações da Tecnologia Keppe Motor. É de lá que desponta, do Brasil para o mundo, essa campeã mundial de tecnologia.

Os interessados em estudar a Nova Física e a Tecnologia Keppe Motor, em cursos de graduação e pós-graduação, podem contatar: Vera Souza
(11) 3032 2675, (11) 98207 3193, contato@keppemotor.com

Quem quiser adquirir o seu ventilador Keppe Motor, pode fazê-lo através da loja virtual www.keppemotorshop.com