O maior não vem do menor

Viralize esta boa notícia!

Cláudia B. S. Pacheco*

Desde o final do Séc. XIX que os senhores do mundo vêm, sistematicamente, eliminando a Teologia dos campos do saber e das atividades humanas.

Ao invés de permanecerem no questionamento anticlerical, avançaram no campo Teológico e Metafísico, o que foi seu grande erro, com prejuízos enormes para todos. O maior não vem do menor e as ciências não podem se basear só nos cinco sentidos para chegar ao conhecimento.

Keppe afirma, em seu livro O Homem Universal, que “o conhecimento vem diretamente dos universais, e o delírio, dos sentidos”, e propõe o método que chamou de dedinção: para se chegar ao conhecimento, o pesquisador parte de uma ideia ou dedução (universais a priori), e comprova se sua ideia está correta na indução (experimentação).

Permanecer na ciência, somente partindo da experimentação, levou a civilização a um beco sem saída, que está levando toda a humanidade ao atraso e ao CAOS. Nossa proposta é a de restaurar todo o bem, a verdade e a beleza que foram produzidos durante milênios por indivíduos geniais, e escondidos, principalmente, no século XX.

*Psicanalista e escritora, com 12 livros publicados. Vice-presidente da SITA, presidente e fundadora da Associação Keppe & Pacheco e da STOP a Destruição do Mundo. Diretora das Faculdades Trilógicas Keppe & Pacheco.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*