Keppe Motor participa do Fórum “Queremos Nosso Paraíso de Volta” com o tema da energia

Viralize esta boa notícia!

Em comemoração do 30º aniversário da fundação, em Paris, do projeto de conscientização STOP a Destruição do Mundo, as Faculdades Trilógicas Keppe & Pacheco (FATRI Presencial) e Nossa Senhora de Todos os Povos (FATRI-EAD) realizarão nos dias de 24 a 28 de junho de 2022, o Fórum STOP “Queremos Nosso Paraíso de Volta!”.

Se, em 1992, havia urgência em abordarmos de frente a grave situação que o planeta e a humanidade se encontravam, agora, 30 anos depois, a situação está muito pior, com fome, epidemias, migrações descontroladas de povos desalojados de seus países, guerras e ameaças de guerra mundial atômica.

Fala-se em RESET, mas o que nos é proposto como alternativa? Pelas descobertas da ciência trilógica, acreditamos que a questão será voltarmos para o caminho certo, abandonado há muito, já que a humanidade enveredou pela INVERSÃO total de valores, conhecimentos e conduta.

As Faculdades Trilógicas, com seu projeto STOP a Destruição do Mundo, organizaram este evento com a participação de representantes, profissionais e estudiosos dos diversos setores da sociedade. O objetivo é chegarmos à compreensão das causas psicossociais profundas dos males que assolam a humanidade, para brecar a destruição do planeta e restaurar a qualidade de vida dos seres humanos e da sociedade como um todo.

A equipe de engenheiros da Keppe Motor participará com a pauta da questão energética e as soluções que as descobertas da Nova Física e a Tecnologia Keppe Motor oferecem à humanidade. Vale relembrar que a internacionalmente premiada tecnologia de motores ressonantes Keppe Motor recebeu diversos reconhecimentos, entre eles: a Revista Época, durante a RIO + 20 publicou um artigo mencionando a tecnologia como uma ideia que “pode salvar o planeta”; a Singularity University elegeu a tecnologia Keppe Motor, como uma das “4 soluções exponenciais que estão liderando a revolução da energia renovável no planeta.” Além disso, as descobertas da Nova Física e a tecnologia atendem a 6 dos 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU.

O evento acontecerá com transmissão online gratuita, e as inscrições podem ser feitas pelo site: forum.stop.org.br.

Jornal Tribuna 19/05/2022: Aprenda Línguas Fazendo Terapia Aulas Online Ao Vivo e Presenciais

Viralize esta boa notícia!
A Millennium, Centro de Línguas das Faculdades Trilógicas, é a única instituição de ensino do mundo que utiliza o Método Psicolinguístico Terapêutico de Norberto Keppe – em que o aluno não só aprende uma nova língua, mas também melhora os relacionamentos, a saúde, o bem-estar, e se desenvolve pessoal e profissionalmente.

Os professores – europeus, norte-americanos e brasileiros com larga vivência no exterior – são todos pós-graduados na ciência da Psico-Sócio-Terapia Keppeana, o que os habilita a lidar com os bloqueios emocionais que obstruem a aprendizagem. Isso faz do ensino de línguas um processo dinâmico, agradável, terapêutico e integrado.

8 Idiomas

A Millennium oferece há 25 anos seus tradicionais, conhecidos e procurados cursos regulares de línguas, em 8 idiomas: inglês, espanhol, francês, italiano, alemão, sueco, finlandês e português (redação e português para estrangeiros).

“Aqui a gente aprende o idioma da vida!”
(P.S., aluno)

“O que gostei é que o Método une tudo: filosofia, espiritualidade, artes e ciência, até a Nova Física e Keppe Motor, explicando como captamos ou recusamos a energia escalar, essencial para nossa vida.”
(J.N., aluno)

“Esta escola é o único lugar que me acalma durante a semana.”
(G.R., aluno)

Pós-Graduações em Inglês*
Conflict Management (Gestão de Conflitos)
English Communication Management (Gestão de Comunicação em Inglês)
Estes são dois cursos de pós-graduação na língua inglesa oferecidos pelo Centro de Línguas da FATRI.

Benefícios Obtidos pelos Alunos que experimentaram o Método Terapêutico de Norberto Keppe:
86% Melhoraram na Saúde
82% Melhoraram na Fluência
78% Melhoraram na confiança ao falar
71% Melhoraram Profissionalmente

Publicado em Jornal Tribuna em 19/05/2022
Aprenda Línguas Fazendo TerapiaAulas Online Ao Vivo e Presenciais

Aprenda Línguas Fazendo Terapia!

Viralize esta boa notícia!

Richard Jones, Canadá,
professor da Millennium Línguas

Estude idiomas em cursos que o ajudam a melhorar sua saúde, produtividade, economia, estudos e relacionamentos, através do Método Terapêutico Trilógico de Norberto Keppe

“Tive um crescimento na forma de pensar e de falar em inglês além do esperado.”
M. L. Engenheiro

“O Método é muito diferente, é gostoso de aprender, falando de artes, filosofia e sobre nossos sentimentos. Você aprende a viver!”
J. F. Publicitária

“O que gostei é que o Método une tudo: filosofia, espiritualidade, artes e ciência, até a Nova Física e Keppe Motor, explicando como captamos ou recusamos a Energia Escalar, essencial para nossa vida” J. N.

Ao estudar presencialmente ou online ao vivo na Millennium Línguas – o Centro de Idiomas das Faculdades Trilógicas Keppe & Pacheco – o estudante inicia um caminho extremamente positivo para sua saúde, bem-estar, vida profissional e realização. O motivo é o Método Psicolinguístico Terapêutico Trilógico usado na escola, criado pelo psicanalista austro-brasileiro Norberto Keppe, que permite um aprendizado rápido do idioma e uma sensível redução do estresse.

Graças a esse método, aplicado por professores terapeutas psicossociais de várias nacionalidades, o aluno adquire autoconhecimento, que o ajuda em todos os setores da vida.
É o criador do Método, Norberto Keppe, quem explica como ele atua:

“A finalidade de nosso método não é apenas o ensino, mas propiciar uma terapia”, disse ele. “Sua finalidade é para a pessoa aprender não só mais rápido e melhor, mas também adquirir mais equilíbrio, porque mostra um estudo sintético de todos os universais certos”, explicou.

“É um método para evitar muitas doenças que a pessoa tem por entrar nessa tensão muito grande com conhecimentos parciais e até errados, ou melhor, em sua maior parte errados”, esclareceu. “Quando a pessoa vai estudar na Millennium, já o intuito da escola, sua estrutura, leva o aluno a uma visão universal, que é a mais adequada, e aí ele melhora, mesmo que não tenha intenção de fazer terapia. Por isso a gente chama de escola terapêutica.”


De acordo com Cláudia Bernhardt S. Pacheco, psicanalista e fundadora da FATRI, o método terapêutico, baseado na ciência keppeana da Psico-Sócio-Patologia, tem sido aplicado em todos os cursos da faculdade, de graduação e pós-graduação – e é utilizado com muito êxito em escolas infantis até o ensino médio.

A razão para esses bons resultados é simples, diz ela:

“quando a pessoa se acalma e fica mais tolerante para lidar com seus problemas e dificuldades, seu corpo relaxa e ela melhora o sistema imune, livrando-se de muitas doenças causadas pelo nervosismo (estresse).

Os conceitos da medicina psicossomática de Norberto Keppe são muito usados para os estudantes perceberem isso, conseguindo um desenvolvimento impossível de alcançar com métodos tradicionais de ensino, voltados exclusivamente para o intelecto”.

Pós-Graduações em Inglês*


Conflict Management (Gestão de Conflitos)

English Communication Management
(Gestão de Comunicação em Inglês)

Dois cursos de pós-graduação na língua inglesa oferecidos pelo Centro de Línguas da FATRI.
*Certificados com validade nacional conforme Resolução 01/2007 do CNE.

REBOUÇAS – Av. Rebouças 3887 – (11) 3814-0130
(11) 98531-0291 – (11) 98429-9890

ALTO DA BOA VISTA – R. São Benedito 1661
(11) 5181-5527 – (11) 99759-4657

Ainda, Habitamos o Paraíso Terrestre

Viralize esta boa notícia!

Norberto Keppe*
Texto do livro Parusia – Restauração do Paraíso

Como o mal é a privação que fazemos ao bem, não é difícil reconhecer que continuamos habitando o Paraíso Terrestre, ignorando-o por soberba e inveja do Criador.

Assim sendo, podemos dizer que tudo o que existe no Planeta é bom, enquanto não o atacamos e destruímos, o que mostra a existência do mal vindo da vontade invertida do ser humano e seus demônios.

Temos de considerar que as guerras e conflitos armados entre os povos têm causado transtornos, até mesmo na estrutura geológica, com vulcões sendo ativados, tremores de terra, secas ou chuvas torrenciais.

Quando se fala de Retorno ao Paraíso no qual vivíamos, não é correto, porque ainda estamos nele, sem aceitá-lo devidamente por motivo da atitude invertida, provando que fomos nós que o rejeitamos, como continuamos a fazê-lo até agora – de maneira que o Paraíso, no seu sentido ambiental, natural, continua existindo, e nós, por causa dos vícios, continuamos recusando-o.

Portanto, posso afirmar que os desastres se tratam da manifestação de sentimentos negativos, patológicos, de negação ao bem.

Se estamos dentro do Paraíso Divino (Éden), por que não o vivemos? Somente por um motivo: porque o substituímos por vícios, que o contrariam – posso dizer que somos nós que nos afastamos dele, e não porque fomos expulsos.

O Gênesis, na Bíblia, fala claramente que Deus avisou que não deveríamos nos opor ao Bem e à Felicidade, em que fomos agraciados por Ele, e é exatamente, o que sempre estamos fazendo.

Não podemos nos esquecer que fomos criados para viver eternamente, e pela maneira que escolhemos o que parece mais evidente, é o fato de estar continuando na mesma atitude de Adão e Eva, misturando o Bem com o Mal, o Certo com o Errado, como se fosse o Ideal – essa atitude se tornou a mãe de todos os males subsequentes, denominados de pecados, baseados no que existe, e em sua privação.

Logo de início, essa atitude ocasionou um forte rebaixamento mental, tirando o ser humano do verdadeiro conhecimento. Por esse motivo, quem está mais do lado do Ser Divino, abomina a interferência dos seres malignos rebaixados, mas os que estão com estes últimos, nem têm mais capacidade de reconhecer o mal que sofremos por eles.

90% de todo o trabalho que o ser humano faz é para consertar os estragos que os espíritos malignos praticaram – a Medicina foi organizada para tratar das doenças que os diabos nos causaram; o Direito, para endireitar as suas atitudes invertidas; a Física, para poder usar da energia, que os diabos nos subtraíram; a Agricultura, os alimentos que passamos a necessitar, senão morreríamos de fome; a Indústria, para realizar a maior parte de nossas atividades; enfim, temos agora de providenciar o que antes tínhamos em abundância.

Não é possível ao indivíduo que está na patologia perceber o que é sanidade, assim como o cego distinguir objetos, o surdo os sons, qualquer realidade, quem está no delírio – a Humanidade deve conscientizar seu estado doentio, para retornar à sanidade.
Veja o leitor que deixamos o Bem, em que vivíamos perfeitamente, para cair na inversão demoníaca – por esse motivo, é absolutamente necessário perceber esse terrível engano, para reviver o Paraíso em que vivemos aqui e agora.

*Norberto Keppe: Psicanalista, filósofo, cientista social, pedagogo e físico independente, autor de 44 livros, fundador e presidente da SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica, que unificou a ciência à filosofia e teologia

Keppe Motor traz a tecnologia do magnetismo: energia limpa e econômica para todos

Viralize esta boa notícia!

Conforme os estudos do cientista brasileiro Norberto Keppe, a ciência moderna está presa a uma Física materialista, que tenta desesperadamente encontrar maneiras de extrair energia dos recursos materiais, como água, urânio, carvão e petróleo. As consequências já se conhecem: destruição de áreas ambientais, poluição, esgotamento dos recursos naturais, aumento de preços, tensões e conflitos.
Aliado a esta prática, o mundo ainda utiliza uma tecnologia pouco eficiente de motores elétricos de baixa potência, que equipam eletrodomésticos e pequenos aparelhos, os quais representam uma grande parcela do consumo de energia – são aproximadamente 40 bilhões de motores no mundo.
Para mudarmos a situação, que se tornou insustentável, é preciso retornar ao estudo da abundante energia escalar, que há 100 anos já era pesquisada por Nikola Tesla e agora ganha novos capítulos com as descobertas da Nova Física e a Tecnologia Keppe Motor. Keppe afirma que a energia é superior à matéria, e não decorrente dela. Construídos com base nestes princípios, os motores Keppe Motor trabalham com altos índices de eficiência por utilizar o magnetismo em seu funcionamento, uma energia limpa, econômica e sustentável, sendo uma solução para a crise energética atual.
A Faculdade Trilógica Nossa Senhora de Todos os Povos (FATRI-EAD) oferece um curso de Pós-Graduação onde os alunos aprenderão o funcionamento dos motores ressonantes Keppe Motor e como dimensioná-los para determinada aplicação, inclusive com uso de painéis fotovoltaicos. O curso é voltado para o empreendedor com interesse em desenvolver seu próprio projeto, com baixo consumo de energia, ao profissional que busca aprimorar sua carreira na área de eficiência energética, oferecendo novas soluções e serviços ao mercado, às indústrias que necessitam de novas tecnologias, ou àqueles que querem adquirir novos conhecimentos nesta inovadora área do magnetismo. Enfim, é direcionado a todos os que buscam contribuir para um mundo verdadeiramente sustentável.

Curso:

Pós-Graduação em Nova Física e Tecnologia de Motores Ressonantes (Keppe Motors)
Curso EAD com aulas semanais online ao vivo + 3 aulas práticas presenciais (1 a cada semestre)

Inscrições/Informações:

Tel. (11) 3032 2675 | (11) 98207 3193 | E-mail: contato@keppemotor.com
Link para mais informações sobre o curso:
https://fatrinossasenhora.edu.br/pos-graduacao/especializacao-em-nova-fisica-e-tecnologia-de-motores-ressonantes-keppe-motors-ead/

Interioridade, Conscientização e Espiritualidade Universal

Viralize esta boa notícia!

Trecho do Livro História Secreta do Brasil, de Cláudia Bernhardt de Souza Pacheco

Toda a estrutura da obra de Keppe, a essência de seu trabalho, é a busca da interiorização do ser humano. Quer no campo psicoterápico, quer no da socioterapia, seu esforço é no sentido de que cada pessoa ou coletividade aceite olhar para seu próprio interior psicológico ou social, para suas dificuldades internas, a fim de saná-las. Neste ponto, sua obra caminha lado a lado com as máximas universais de cientistas, filósofos e teólogos, como Agostinho, segundo o qual “todo o homem interiorizado é bom” , Sócrates, que enunciou o “Conhece-te a ti mesmo” (em seu livro Auto Sentimento, Keppe acrescentou o “Sente-te a ti mesmo”); e Cristo, que recomendou a cada um: “Tira primeiro a trava de teu olho e então verás para tirar o cisco do olho de teu irmão”.

Keppe criou o método da interiorização (diferente da introjeção); consiste em usar tudo o que acontece, toda a realidade exterior como um espelho para que possamos sentir, contatar, conhecer e sanar nosso mundo interior. Aliás, a própria essência da Psicoterapia Trilógica é o contato do indivíduo com a realidade interna (e externa, em consequência).

Em seu livro A Consciência, 151 cujo nome diz tudo, Keppe enfatiza o papel fundamental, básico, da consciência humana como fonte de toda a realidade, desinvertendo a posição freudiana de que o inconsciente seria o alicerce da vida. Estamos doentes não por sermos vítimas de um inconsciente, mas por reprimirmos constantemente a consciência; a patologia é gerada não pelo que não sabemos, mas porque lutamos constantemente para reprimir o que no fundo conhecemos.

Quanto à espiritualidade, Keppe considera esse fenômeno natural no ser humano. Nas palavras do prof. Joseph Ghougassian, PhD, fundador e primeiro presidente do Congresso Mundial de Logoterapia, ocorrido em San Diego, Califórnia, em 1982, :

Keppe dá um lugar proeminente à religião na vida do Homem. Religião não tem uma origem `cultural’. Apenas uma maneira de adoração é cultural. O Homem é, em seu íntimo, uma criatura ‘religiosa’. Se há várias cerimônias litúrgicas praticadas no inundo, isto é possível porque, em primeiro lugar, a religião é uma dimensão metafísica da realidade humana. Consequentemente, existe uma maneira primordial de adoração, natural para a alma. Orar, reverenciar, arrepender-se são impulsos naturais. Assim Keppe escreve: `Religião é algo inerente ao ser humano, não algo social’ . E um desfavor negar ao paciente o direito de trazer suas experiências religiosas ao consultório do psicoterapeuta.

Freud não teve sensibilidade quando ridicularizou a religião, considerando-a uma fonte de neurose. Ainda assim, nós somos uma civilização que foi construída na presença de Deus e nos Seus preceitos. Nesse aspecto, o sentimento religioso de Keppe caminha lado a lado com a análise do mundialmente renomado psicólogo de Harvard, Gordon W. Alport, sobre as crenças religiosas”. (prefácio do livro A Glorificação, op. cit.).

Em seu livro Contemplação e Ação 152 -, ao mesmo tempo que mostra os erros da conduta falsamente espiritualizada daqueles que chamou de “funcionários religiosos “, Keppe ressalta a importância que tem para nossa saúde e vida aceitarmos a espiritualidade autêntica, natural, que todos possuem no íntimo. Comparando o que acontece no campo psíquico (neuroses e psicoses) com o que ocorre no campo espiritual, e discorrendo sobre a verdadeira espiritualidade, Keppe escreveu, por exemplo:

“O evangelista (S. João) indicou-nos que Cristo não só estava em Deus, mas era também Deus – tendo criado tudo o que existe; portanto, a essência da própria vida, que é luz – e nós não o aceitamos, por termos fechado os olhos, caindo nas trevas. Tal atitude constitui a etiologia das moléstias.

Todas as pessoas que o aceitarem, isto é, que admitirem a luz, a verdade, o bem e o belo, tornar-se-ão filhos de Deus – o que advém pela aceitação de tal consciência, que é a verdadeira espiritualidade. Termina o evangelista afirmando que nós vimos a glória de Cristo, o Filho Unigênito de Deus – e que ninguém pode ter a desculpa de dizer que não o sabe – pois o fenômeno da Trindade Santíssima repete-se no ser humano, tendo-o entranhado em sua vida psíquica.”

Germany website brings Keppe Motor as a solution for free, clean and cheap energy

Viralize esta boa notícia!

Recently, several contacts in Germany said that they became aware of Keppe Motor Technology a few years ago through the website slimlife.eu/keppemotor.html, as a result of their search for alternative and sustainable energy on the internet. Here’s a translation of the slimlife.eu/keppemotor webpage:

Welcome! Free energy, clean and cheap. An energy which helps you live self-sufficiently

A motor that can change the world has been silenced!
Unbeatable proof of the suppression of revolutionary technologies by business, politics, science and the media.
The so-called conspiracy theories are real!
The Keppe Motor is basically an electric motor, but very special and extremely efficient, because it doesn’t get its energy only from a wall outlet or a battery. It extracts most of its energy from space or from scalar energy, as Norberto Keppe calls it. Apparently the Keppe Motor works on 2/3 of the energy from space in comparison with conventional technology, but what are the text book physicists saying about this?
They will be completely taken aback when they discover that two Brazilian researchers Carlos Cesar Soos and Roberto Heitor Frascari developed this motor based on the research of Brazilian scientist Norberto Da Rocha Keppe, and he is not even a physicist, but an experienced and highly qualified psychologist and psychoanalyst!
Norberto Keppe added some extremely critical knowledge to the dogma of physics, as he exposed in 1996 in his book: “The New Physics Derived from A Disinverted Metaphysics”
His research took divine principles into account and clarifies the fixed ideas of textbook physics that energy should always come from material.
Find out more about this and the Keppe Motor with examples of applications, prototypes,
and machines with Keppe Motors which are already available to buy on the Keppe Motor site in Germany and online.
The two Brazilian scientists Carlos Cesar Soos and Robert Heitor Frascari
spent 12 years developing this motor based on the scientific principles of Keppe which is why the motor is called The Keppe Motor. The first motor was finished in 2008.
The new advantages of this electric motor can only be described as sensational:

  • Energy savings of as much as 60%
  • Easy to build
  • Fewer components
  • Less consumption of raw materials
  • Light weight
  • Cool-running: does not convert energy into heat like other electric motors
  • HIgh efficiency

Source: https://www.slimlife.eu/keppemotor.html

Site da Alemanha traz Keppe Motor como uma solução para Energia gratuita, limpa e barata

Viralize esta boa notícia!

Recentemente, vários contatos da Alemanha disseram ter tomado conhecimento da Tecnologia Keppe Motor, há alguns anos, por meio do site slimlife.eu/keppemotor.html, como resultado de sua busca por energias alternativas e sustentáveis na internet

Segue tradução da Home desse site:

Seja bem-vindo! Energia gratuita, limpa e barata – viver a energia de forma autossuficiente!

Um motor que poderia mudar o mundo, mas que é silenciado!

Prova imbatível da supressão de tecnologias revolucionárias pelos negócios, política, ciência e mídia! Lá se vão as teorias da conspiração – estas supostas teorias são pura realidade!

O KeppeMotor é basicamente um motor elétrico, mas muito especial, super eficiente, pois não tira sua energia somente de uma tomada ou de uma bateria. Ele extrai a maior parte da energia espacial, da energia escalar, como Norberto Keppe a chama. Aparentemente, o motor Keppe “funciona” em 2/3 da energia espacial, em comparação com a tecnologia convencional – o que dirão os físicos de nossos livros didáticos?

Eles vão ficar completamente ‘loucos’ quando souberem que os dois pesquisadores brasileiros, Carlos Cesar Soós e Roberto Heitor Frascari, desenvolveram este motor com base nos resultados da pesquisa do cientista brasileiro, Norberto da Rocha Keppe. Mas ele não é um físico, e sim um psicólogo e psicanalista qualificado!?

Norberto Keppe acrescentou conhecimentos bastante decisivos à física doutrinária, que ele expôs, em 1996, em seu livro “New Physics Derived from a Disinverted Metaphysics”, título original: “A Nova Física da Metafísica Desinvertida“. Sua pesquisa leva em conta princípios divinos e esclarece a “ideia fixa” da física dos livros didáticos, de que a energia deve estar sempre ligada à matéria.

Você pode saber mais sobre isso, e a respeito do KeppeMotor, com exemplos de aplicações, protótipos e máquinas com os Keppe motores – que já estão disponíveis para compra – no site e nos vídeos em língua alemã da KeppeMotor.

Os dois cientistas brasileiros, Carlos Cesar Soós e Roberto Heitor Frascari, levaram 12 anos para desenvolver o motor, baseado nos princípios científicos de Keppe – é por isso que este motor também é chamado de KeppeMotor. O primeiro motor foi concluído em 2008.

As vantagens deste novo motor elétrico só podem ser descritas como sensacionais:

  • bom consumo de energia: 2/3 a menos
  • fácil de construir
  • menos componentes e, portanto, menos consumo de matéria-prima
  • mais leve
  • não aquece (ou seja, não converte a energia fornecida em calor, como a corrente de motores elétricos)
  • portanto, é de alta eficiência.

É claro que ainda há muito potencial de pesquisa e desenvolvimento em algo tão jovem. Mas, como já é possível utilizar esta tecnologia, seria necessário fazer a pergunta: Por que isso não está sendo feito? Já sabemos a resposta, o que nos leva de volta à suposta teoria da conspiração mencionada no início, que é a realidade absoluta. Uma economia de energia tão alta não é desejável!

Imagine se cada barbeador elétrico, cortador de grama, geladeira, máquina de lavar louça ou outra máquina de qualquer tipo, trem suburbano, trem subterrâneo ou o Deutsche Bahn, se cada carro elétrico funcionasse com esta tecnologia. As perdas das multinacionais de energia seriam enormes. As pessoas realmente comprariam carros elétricos com um alcance de 1.500 km, por exemplo, para um carro elétrico Tesla, que já cobre quase 500 km com uma carga de bateria. É claro que não deveria ser esse o caso. Precisamos de mais evidências sobre o tema da teoria da conspiração ou da realidade?

Fonte: https://www.slimlife.eu/keppemotor.html

Paz Mundial e o Reino de Deus

Viralize esta boa notícia!

História Secreta do Brasil, de Cláudia Bernhardt de Souza Pacheco

A paz mundial, a espiritualização, o Reino de Deus na terra são aspirações que existem no coração de cada um de nós, mesmo que não o queiramos perceber claramente; entretanto, para que possamos alcançá-las, precisamos conscientizar a causa de nossas desavenças, a fim de neutralizá-las. Em numerosas obras Keppe trata dessa magna questão, como nos trechos a seguir, selecionados de seus livros Glorificação e Contemplação e Ação (op. cit.):

“O problema da verdade não é filosófico ou religioso; é psicológico porque, quanto mais enxergamos a negação que fazemos à verdade, mais a vemos – pois a característica da consciência é ser o olhar da eternidade derramado em nosso interior. Tudo o que existe, os tempos passados e futuros, a beleza e magia, toda a bondade e complacência, está sintetizado em nosso íntimo, não como unia chama apenas, mas uma fogueira que arde, para o todo e sempre. Cada uni de nós se constitui em uma luz do Criador, que ilumina sempre, mesmo que não o queiramos – porque não há ser algum, que não se enterneça diante da bondade, que não se inflame pela verdade , e não se extasie frente a beleza absoluta, que captamos por partes, se bem que a saibamos e percebamos no seu total.

Alguns dos antigos pensadores helênicos estavam tão maravilhados com Deus, que achavam que todas as coisas eram parte dele (panteísmo); sabemos que tudo repousa, depende e precisa dele; toda a maravilha e alegria são seus reflexos. Mas Ele próprio é ainda muito maior e, quanto mais o aceitamos, mais participamos da vida que não só veio dele, mas cresce continuamente em nosso interior.

Parece-me que a principal revelação é a que diz respeito ao nosso interior, com toda a gama de verdade que contém e de atitudes errôneas que fazemos, contra a realidade, pois o único problema, que existe em todo o universo, é o da conduta do ser humano, não importa em qual planeta viva. Estou dizendo que a verdade, Deus, está à nossa frente, dando-nos a mão, conversando conosco, apaziguando nossas angústias, amando-nos, alegre com nossa presença, fazendo o que pode para nos ajuda: E não queremos aceitá-lo.
Podemos falar que temos agora uma natureza decaída, mas Deus está exatamente onde sempre esteve, isto é, neste paraíso – pois Ele não poderia ter criado senão o que fosse maravilhoso. E, mesmo com tal “natureza”, sabemos que tudo continua como antes. Então, por que não ver bem, usar da consciência adequadamente, para recolocar cada coisa (que deslocamos), novamente na sua devida posição? Só depende de nossa vontade.

Parece existirem no universo cem bilhões de galáxias, que contêm bilhões e bilhões de sóis, planetas, cometas e satélites, sendo quase inimaginável aquilatar o seu tamanho. Pensem agora que Deus é um ente, um ser muitíssimo maior do que tudo isso.

Tudo o que existe é criação de Deus, que a ofertou ao ser humano para cuidar, usufruir e se desenvolver com esse maravilhoso empreendimento: o grande desabrochar da ciência, as novas percepções no campo do pensamento, os sentimentos (o amor) são a mesma manifestação divina, através das criaturas que realizam o bem, por meio da verdade e da beleza. Poderia ser de outro modo?

O ser humano passa a vida toda à procura daquilo de que se afastou, e de que não consegue se esquecer ou seja, de Deus. Todos os seus movimentos, sentimentos e pensamentos estão voltados para o Ser Supremo, em uma atitude de sofreguidão – mesmo que não o perceba claramente – simplesmente porque nós fomos criados, e com todas as ‘fibras”, para a glória da beleza, da verdade e da bondade, que não está somente no Criador, mas na totalidade de cada pessoa. Queiramos ou não, nosso destino é a glorificação, que só pode ser junto de quem já a tem, para sempre.

Olhando-se para o futuro, e vendo à frente, bilhões de trilhões de anos – o tempo mais que suficiente para passar inúmeras galáxias, com os seus sóis, planetas e cometas, possuidores de milhões e milhões de civilizações, e seres humanos, que se sucedem — não há outro sentimento, senão o de adoração, perante a grande, a enorme, a estarrecedora luz do espaço, bilhões de bilhões de vezes muitíssimo maior do que tudo isso — para dizer a verdade, sem limite de tamanho e de tempo.

Sabemos de tudo isso, temos consciência desse amor, que nos inunda, cada instante, seja com a luz do sol, com a delicadeza das estrelas e o bálsamo suave do luar; sentimos perfeitamente a presença desse gigantesco e maravilhoso Ser, em cada pipilar dos pássaros, no rumorejar das águas sobre as pedras, no movimento brusco dos répteis. Percebemos perfeitamente a proximidade desse Ser, principalmente em cada homem, mulher e criança, que levante seus olhos, porque sabemos que recebemos uma chama que não se apagará eternamente e que arderá mais fortemente, quanto mais próxima estiver dele”.

Os Três Níveis da Guerra: Individual, Doméstica e Internacional

Viralize esta boa notícia!

Entrevista com a Psicanalista Cláudia Bernhardt de Souza Pacheco, presidente da Associação STOP a Destruição do Mundo

Dra. Cláudia, o que é a guerra?

A guerra deve ser tratada em dois níveis diferentes. Temos que vê-la de maneira integral, e ter foco na guerra interior do ser humano, da qual é oriunda a guerra que se empreende em casa, ou seja, a violência doméstica. Na sociedade, faz-se guerra nas empresas e escritórios. Os conflitos entre países ou nações, e as guerras mundiais, são o cume das guerras.

A guerra é o resultado da paranoia. O Psicanalista Norberto Keppe descobriu que a paranoia é o centro da patologia. A projeção faz parte da paranoia, e quer dizer que a pessoa não quer ver os próprios problemas, doenças e sofrimentos, projetando-os nos outros. Por trás das psicoses, neuroses e transtornos de personalidade, há sempre paranoia, que está relacionada à projeção, isto é, seus próprios conteúdos mentais são refletidos nos outros.

Vamos começar do nível individual. Fazemos uma enorme guerra dentro de nós, principalmente no nível de pensamentos. Temos muitos sonhos acordados, e raramente sonhamos com coisas boas. Esses sonhos são mais como pesadelos, pois as pessoas criam em suas mentes fantasias em que elas brigam, discutem, são perseguidas e acusadas, ou elas acusam os outros. O que acontece dentro do ser humano raramente é harmonioso. Desde pequeninos, destruímos essa harmonia interna, que seria a aceitação do bom, do verdadeiro e do belo. Parece que é muito difícil a humanidade aceitá-los.

Depois, temos o segundo nível de guerra, que é a violência doméstica, que também se empreende no trabalho, nas escolas e outros grupos. Igualmente, essa guerra se baseia na paranoia e projeção – culpamos os outros pelas nossas dificuldades, nossa falta de desenvolvimento, nossa infelicidade, nossa incapacidade de realizar algo, ou até mesmo de relaxar. Nós não nos damos conta de que se trata primeiramente da nossa guerra interna, nossa atitude de nos opormos à vida. Nós lutamos contra a vida. Esta é a descoberta científica mais importante de Keppe. Ele escreve sobre isso extensivamente no seu livro A Origem das Enfermidades.

O que Keppe quer dizer com a atitude de se opor à vida?

O ser humano empreende uma guerra contra a própria vida. Faz guerra contra si mesmo. Lutamos contra tudo aquilo que mais amamos. Geralmente, brigamos com aqueles que mais nos ajudam e que nos dão mais afeto etc. Muitas vezes, as nossas relações afetivas são carregadas de inveja, paranoia e ciúmes porque sofremos de inversão. Em outras palavras, vamos contra tudo aquilo que mais nos beneficia, e somos contrários àqueles que mais nos ajudam. Essa é a tendência do ser humano, e podemos dizer que já nascemos com ela. Na verdade, mais pessoas são feridas ou morrem vítimas de violência doméstica do que nas guerras entre nações.

A senhora falou que há três níveis de guerra. Qual é o terceiro nível?

O terceiro nível está ligado às guerras civis, às guerras entre nações e às guerras mundiais. Em sua base, elas também contêm a paranoia, e a principal causa das guerras é a projeção. Por causa da projeção, pensa-se que existe uma ameaça externa e, se no outro país pensa-se da mesma forma, inicia-se a guerra. Na verdade, o que mais prejudica um país é sua própria destruição; quando os valores mais altos como disciplina, virtudes, ética, artes, religião, conhecimento e caridade decaem, começa-se a fazer guerra.

A decadência de um país começa quando seus habitantes escolhem atitudes destrutivas. E, quando se projeta essas atitudes em outras pessoas, começa-se a fazer guerras. Exatamente como os Estados Unidos, que claramente entraram na decadência nos últimos quarenta anos.

Os americanos guerreiam com os muçulmanos porque buscam um bode expiatório para a sua decadência. Mas, na verdade, a sua decadência é causada pelo fato de terem parado de trabalhar, abandonando os verdadeiros valores americanos; eles fazem guerras para terem uma desculpa. Muitas vezes, brigamos justamente com as pessoas que são mais semelhantes a nós, porque não queremos olhar para nós mesmos no espelho através delas.

Poderíamos dizer, então, que os países brigam com países semelhantes? E o que diz isso, por exemplo, sobre os Estados Unidos?

Os Estados Unidos são semelhantes aos países árabes no que diz respeito ao fundamentalismo e materialismo, e são muito ditatoriais. Como poderíamos resolver esse problema? Podemos resolver esse problema somente se nos conscientizarmos da nossa paranoia. Na nossa psicanálise, o cliente começa a perceber que ele é o seu maior inimigo, e isso é algo muito libertador.

Isso quer dizer que o medo de guerra é de fato o medo de nos conhecermos e de vermos a nossa paranoia?

Sim, temos medo de ver a nossa autodestruição – como nós destruímos nossos valores de beleza, bondade e verdade, que têm sido enfraquecidos ultimamente pelo capitalismo, neoliberalismo, materialismo, ateísmo e consumismo.

Quando a patologia toma conta dos valores verdadeiros, quando as virtudes e os valores espirituais e psicológicos decaem, uma nação se torna muito fraca. Aí, as outras nações mais fortes tomam o poder. No entanto, as pessoas ainda conservam muitos valores espirituais, mesmo aquelas que se consideram ateias, e que, na verdade, não o são, se valorizam a justiça, arte, beleza e bondade, que são valores universais. Ninguém que tenha esses valores pode se considerar um ateu, pois Deus é amor, beleza e verdade.

A nossa Ciência Trilógica é como uma ponte que une as pessoas de diferentes áreas da ciência e de atuação, e mesmo de várias religiões. Nós lhes oferecemos uma nova espiritualidade universal, baseada na Trilogia Analítica, que é a unificação da ciência, filosofia e teologia.